quinta-feira, 8 de fevereiro de 2007

Coisas de DNA

Um dia durante uma viagem, estava olhando pela janela do quarto do hotel e vi duas cenas lá embaixo: dois garotos entre 8 e 9 anos de idade, andando pela rua em direção oposta ao hotel
andavam juntos aparentemente como dois amiguinhos. De repente, um dos garotos passou a perna direita na frente das pernas do amigo, girou o corpo, para fazer com que o outro caísse na calçada com o rosto no chão. O nariz do garoto começou a sangrar na hora e a bochecha também ficou machucada e ele começou a chorar com a mão no rosto.
O garoto que o fez tropeçar olhou rapidamente ao redor pra ver se tinha alguém olhando ou sei lá? testemunhando o que ele fez. Viu que a barra tava limpa, e estendeu a mão para o amigo pra ajudá-lo a levantar, mas o garoto caído se recusou a aceitar a ajuda, logo alguns adultos apareceram, um deles colocou um lenço no nariz para estancar o sangue e outro o ajudou a levantar.
Naquele mesmo momento apareceu um terceiro garoto, ele ficou observando e em seguida perguentou ao "culpado" o que havia acontecido? Os dois sairam caminhando e conversando, o autor da façanha mostrava com gestos como seu pobre amigo tropeçou em seus próprios pés, e em câmara lenta ele repetia várias vezes como o amigo tinha virado o pé, e como isso tinha feito com que ele caísse no chão e se machucasse daquele jeito, enquanto ele representava para o 3° menino como tudo havia acontecido ele gesticulava cada ação, a queda, o nariz sangrando e a bochecha machucada... Fiquei indignada pela atitude dele, mas estava no 5° e não daria tempo de eu fazer nada... que raiva
Era evidente que ele estava contando "uma outra estória" para aquilo que realmente tinha acontecido. O garoto tentava se convencer de que era inocente, era quase como se a explicação dele fosse um desejo de que de fato tivesse acontecido daquela maneira.
Ele não só machucou o menino como continuou mentindo sobre isso para um terceiro.
Fiquei um tempão pensando no motivo do garoto ter negado a verdade? e percebi que assim como muita gente por aí ele tinha problemas em aceitar as próprias ações... Por que tem tanta gente que faz isso? mesmo sabendo que estão prejudicando os outros e machucando, continuam mentindo? Talvez a resposta para essas perguntas esteja nas bases éticas essenciais a natureza humana e também podem estar entrelaçadas no DNA, ética e caráter também são coisas de DNA.

Sheila Vicci

3 comentários:

angela disse...

Shê, sabe o que é pior? Que a pessoa faz, e nem sente nada, não se importa com o que o outro tá passando, não tem nenhum pingo de sentimento de culpa!! Aff, que bando de filhos de chocadeira, pq uma pessoa dessas não eve ter mãe né ....

LuHarada disse...

agora aguenta she e lu harada com blog affff.. duas pentelhas quer dizer... eu sou né.. e vc???
kkkk
olhaaaaaaaaaa she te amowww
bjokas

kaká disse...

Afff, Sheila, tem tanta gente assim e às vezes tão perto da gente sabia???? Que faz maldade e acha que nunca vai pagar porisso, mas como diz meu amigo "genioso" qto. maior o salto, maior o tombo!!!!