quinta-feira, 23 de agosto de 2007

Tagged 7 coisas marcantes

Fui taggeada pela Tô, pra falar as coisas mais marcantes... tenho mais de 7 mas vou tentar priorizar, sejam elas boas ou ruins, vamos lá:

1. Contrações ritmadas, dores suportáveis , alegria e consagração, esse foi meu parto para nascer o Gustavo, natural e sem anestesia, com direito a cada dor e suor, se era pra se MÃE eu queria começar da melhor maneira... e ainda com o único homem que eu imaginava para ser o pai do meu filho. Foi um momento único e inexplicável ajudar meu filho nascer!

2. O MAIS MARCANTE DE TODOS: meu marido saiu com meu carro, (o dele no conserto), levou minha chave de casa sem querer, junho de 2006 eu em casa sozinha com o Gu (trancada e sem carro) fui trocar a fralda dele quando percebi que ele tinha algo na boca, levantei ele e percebi que ele estava engasgado e sem respirar, tentei de todas as maneiras tirar o que eu nem sabia o que era da garganta dele? gritei, pedi socorro, e quando vi que ele estava ficando roxo, e morrendo, se eu não fizesse nada ele morreria, se eu tentasse podeira empurrar o que o que estava lá! enfiei quase minha mão inteira na boca dele e consegui tirar um brinquedo junto com muito sangue... Nunca tinha me atentado ao tamanho "daquele" brinquedo e ele nunca colocava absolutamente nada na boca, com certeza isso ainda me traz lágrimas nos olhos, "foi um dos meus maiores atos de coragem".

3. Ver o Ricardo morto no caixão e a Alê grávida da Bia colocando a mão dele na barriga dela, isso nunca vai se apagar da minha memória.

4. Ter feito uma viagem que seria a viagem dos meus sonhos e foi a pior da minha vida e só no final dela descobrir o porque de eu ter ido ? por amizade... Eu iria buscar minha amiga no inferno se preciso fosse!

5. Abrir mão da minha carreira profissional pra me dedicar ao Gustavo.

6. Viajar sozinha pra Fernando de Noronha e meu marido sozinho pra NY , por que ele queria curtir a neve e eu queria curtir o sol... foi uma ótima experiência!

7. Ter sido acusada injustamente por gente maldosa e que não tem o que fazer de ter enviado um email ao qual nem me dizia respeito, se fizeram passar por mim, ou seja CRIME! fui chamada de coisas horrorosas, mas consegui junto ao meu provedor um extrato binado com a PROVA de que naquela hora e naquele dia eu não estava logada no meu email,( se houvesse um processo, o meu provedor terra, teria como fornecer o numero do telefone de onde se originou o acesso) uma pena as covardes envolvidas não terem citado meu nome, e andam por ai impunes... mas impunes pela lei do homem, por que pela lei que somos todos regidos dessa elas não vão escapar!

Sheila Vicci

6 comentários:

Nana disse...

Nossa Sheyla!
Quanta coisa forte.
bjs
Elayne

Lilian disse...

Sheila
Eu, embora não lhe conheça pessoalmente, te adimiro cada vez mais.
Bj para vc :)

kaká disse...

afff miga!!!!

disse...

Sheila, me emocionei lendo esses relatos! Conheço você só pelo blog, mas gosto muito de ler tudo que você escreve.
Bjs!

Lara Moreira disse...

Aff que bom que tudo terminou bem ne!!! Liftei uma pagina sua ta?bjks

Pathi Gama disse...

Oi She, você escreve de forma que me toca de um modo que acabei me emocionando....
I love you!!!